News nº 57 | abril 2016
Eventos
Sessão Inaugural do Programa Doutoral em Saúde Ambiental (EnviHealth&Co)
Sessão Inaugural do Programa Doutoral em Saúde Ambiental (EnviHealth&Co)


No dia 15 de abril, na Aula Magna da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, realizou-se a Sessão Inaugural da 1ª edição do Programa Doutoral em Saúde Ambiental (EnviHealth&Co). A cerimónia contou com a presença de altas individualidades nacionais ligadas às áreas da Ciência, Saúde e Ambiente, de Representantes das Empresas Parceiras do EnviHealth&Co, de Representantes das Unidades de Investigação que são Instituições Participantes do Programa Doutoral e de Roberto Bertollini, Professor Visitante da FMUL, Representante da OMS junto da União Europeia, Coordenador Científico do Gabinete Regional da OMS para a Europa e Coordenador do Departamento de Saúde Pública e Ambiente da OMS, que proferiu a Lição de Abertura do Programa abordando o tema “Preventive disease through a healthy environment: a challenge and an opportunity for public health in the XXI century“. 

As intervenções da Sessão inicial de boas vindas estiveram a cargo do Vice-Reitor da ULisboa, Prof. Doutor Rogério Gaspar, do Diretor da FMUL, Prof. Doutor Fausto Pinto, do Vice-Presidente da FCT, Prof. Doutor Miguel Castanho, e do Diretor do EnviHealth&Co, Prof. Doutor J. Pereira Miguel, também em representação do Ministro da Saúde que, por imprevistos de última hora, não pôde estar presente.


 


Na sua alocução, J. Pereira Miguel começou por enquadrar e realçar a relevância crescente da temática da Saúde Ambiental, chamando depois a atenção para o muito que há a fazer em termos globais, regionais e locais, e identificando os contributos que, nomeadamente a ULisboa e a FMUL podem e têm já dado, sobretudo no avanço e translação do conhecimento nesta área, em benefício da fundamentação científica de políticas públicas e da inovação social e impacto económico favorável. Descreveu depois o percurso da Saúde Ambiental na FMUL, desde o reconhecimento da relevância do “meio ambiente” para a saúde, ensinada por Leal da Costa (Pai) e Torres Pereira nos idos de 70, até aos nossos dias, com a criação, em 2013, do Instituto de Saúde Ambiental (ISAMB), Unidade Estrutural da FMUL e Unidade de I&D da FCT, e, mais recentemente, com a criação do Programa de Doutoramento em Saúde Ambiental (EnviHealth&Co), organizado à volta do mais moderno conceito operacional de Ambiente para a Saúde e baseado na própria estrutura do ISAMB e nos docentes e investigadores a ele associados. 


 

O EnviHealth&Co, embora enquadrado pelo Programa Doutoral do Centro Académico de Medicina de Lisboa (CAML), tem um carácter fortemente inovador na medida em que é o único na área da Saúde reconhecido e aprovado pela FCT como um Programa de Doutoramento a ser desenvolvido em ambiente empresarial, sendo cofinanciado pela FCT e pelas Empresas Parceiras do EnviHealth&Co com 24 bolsas de Doutoramento de 4 anos cada.

De uma maneira geral, todos os oradores se referiram à relevância deste Programa Doutoral e ao seu potencial contributo para o avanço e translação do conhecimento nas complexas relações entre Ambiente e Saúde. Neste contexto, as mensagens finais de J. Pereira Miguel foram primeiramente dirigidas ao Ministro da Saúde, recomendando, a nível político, o maior empenhamento possível na participação nacional no Processo Ambiente e Saúde dinamizado pela OMS desde 1989. A nível estratégico, sugeriu o reforço não só da dimensão ambiental em temas que estão na ordem do dia para a Saúde e vice-versa (aspetos que deverão reforçar o Plano Nacional de Saúde ainda vago de orientações estratégicas neste domínio), mas também da avaliação do impacto do Ambiente sobre a Saúde e sobre o Sistema de Saúde (aliada à avaliação do impacto ambiental já assente em bases legais).


 

Na mesma linha, recomendou às Empresas Parceiras o melhor aproveitamento possível da oportunidade oferecida pelo EnviHealth&Co para a reorientação da respetiva Agenda de I&D ao incluir temas naturalmente alinhados com os objetivos e estratégias da sua área de negócio, mas também necessariamente focados nas relações entre o Ambiente e a Saúde dos seus clientes, trabalhadores, fornecedores e demais públicos com quem a Empresa interage, desta forma contribuindo para o equilíbrio entre a sua atividade, o Ambiente e a Sociedade. Aos Doutorandos do EnviHealth&Co, recomendou o máximo empenhamento no aproveitamento desta oportunidade única, criando a melhor relação possível com a Academia e as Empresas e centrando-se nas questões mais relevantes para as Empresas, o País e o Mundo. A perspetiva será a de contribuírem para resolver estas questões, sem perderem de vista a possibilidade de gerarem inovação tecnológica ou social e de tirarem o máximo partido da fusão possível entre os saberes pretéritos e os que o EnviHealth&Co lhes vai proporcionar. Recomendou ainda, a todos os presentes, o maior empenhamento para seguir as orientações e recomendações enunciadas, realizando cada um a parte que lhe compete.

 


A terminar a Sessão Inaugural, a Lição de Abertura do EnviHealth&Co proferida por Roberto Bertollini constituiu o ponto alto do evento, demonstrando não só a necessidade de mais e melhor investigação para a criação de ambientes de suporte a uma vida saudável, mas também a relevância atual e crescente de iniciativas nesse sentido, a exemplo da que o Programa EnviHealth&Co concretiza. Foi ainda uma exortação à imprescindível intervenção de cada um, desde o cidadão anónimo ao decisor político, para o equilíbrio sustentável do binómio Ambiente-Saúde, um desafio e também uma oportunidade para todos no dealbar do século XXI.



Profª. Doutora M. Fátima Reis 
Professora Auxiliar da FMUL
Instituto de Medicina Preventiva
Pesquisa

Pesquise sobre todas as newsletters já publicadas pela FMUL

  PESQUISAR 

Subscrição

Subscreva a nossa Newsletter e receba todas as informações actualizadas sobre actividades, notícias, eventos e outras acções relevantes da FMUL

  

  ENVIAR 

Propriedade e Edição: Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
Periodicidade: Mensal
Diretor: Prof. Doutor Fausto J. Pinto
Conselho Editorial: Prof. Doutor Fausto J. Pinto, Prof. Doutor Mamede de Carvalho, Profª. Doutora Ana Sebastião, Prof. Doutor António Vaz Carneiro, Prof. Doutor Miguel Castanho, Dr. Luis Pereira
Gestor de Informação: Ana Raquel Moreira
Equipa Editorial: Ana Cristina Mota, Ana Raquel Moreira, André Silva, Maria de Lurdes Barata, Rui Gomes, Sónia Barroso
Colaboração: Unidade de Relações Públicas e Comunicação - Bruno Moura
Conceção e Suporte Técnico: UTI 
Design e Implementação: Spirituc
e-mail: news@medicina.ulisboa.pt
Morada e Sede da Redação: Avenida Prof. Egas Moniz, 1649-028 Lisboa


Estatuto Editorial


Anotado na ERC