News nº 14 | Maio de 2010
Eventos
Estudar Medicina na FMUL - Dia do Candidato 2010
Estudar Medicina na FMUL - Dia do Candidato 2010

José Fernandes e Fernandes, Bruno Moura, Cheila Almeida, Lara Ponte, Lilia Louro, Margarida Cabral, Marta Agostinho, Nuno Rodrigues, Paula Melo, Pedro Marçal, Rodolfo Martins, Sofia Cruz, Sónia Barroso, Carlota Saldanha

estudarmedicina@fm.ul.pt 


Blog Oficial - http://www.candidatofmul2010.blogspot.com


O que é uma Faculdade, como se aprende, como se ensina, como se está, com quem se está, quais são as actividades extracurriculares, quais são os requisitos para admissão, constituem perguntas genéricas cujas respostas podemos encontrar nos diversos sites dos organismos do ensino superior. Mas, a realidade das respostas só se adquire pela comunicação interpessoal, ou seja, pela vivência in loco. 

Uma das componentes da missão da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL) é o estabelecimento de interacções com a sociedade civil e, em 2008, estavam criadas as condições para responder ao interesse que os estudantes, das instituições nacionais do ensino secundário, manifestavam por conhecer a FMUL. Assim, a partir desse ano, criou-se o evento “Estudar Medicina na FMUL - Dia do Candidato” (Notícia newsletter n.º 3) que se repetiu em 2009 (Notícia newsletter n.º5) e novamente este ano, a 21 de Abril, coordenados pela comissão organizadora do evento (CODC) da FMUL. Os membros da CODC pertencem a diversas estruturas técnico-administrativas, com funções específicas, e a efectivação destes eventos resulta da capacidade de estabelecerem interacções coordenadas e consertadas. 

A CODC, enquanto equipa de trabalho, assume “o desafio de fazer o mesmo de novas maneiras” (Canavarro, 2007:12). O compromisso com a inovação advém da responsabilidade de organizar um evento com grande visibilidade e interesse para um elevado número de potenciais futuros alunos da FMUL. Estes irão, posteriormente, realizar contactos com amigos e familiares. O esforço da equipa na inovação é direccionado para assegurar que este “passa-palava” seja de sentido positivo, reforçando a notoriedade institucional. 

As análises dos resultados, obtidos das avaliações sobre o grau de satisfação dos participantes, permitiram introduzir mudanças em 2009 (2) e 2010. Assim, em relação a este ano, a CODC alterou a sua dinâmica e os processos (i) da divulgação, (ii) da organização das inscrições e (iv) do programa, mas manteve os objectivos do evento. 


A divulgação foi iniciada com muita antecedência, abrangendo a maioria dos meios electrónicos disponíveis e com a participação da Associação dos Estudantes da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (AEFML). As inscrições foram efectuadas “online”, acrescidas do preenchimento de um questionário. Desta forma, obteve-se a identificação do responsável pela vinda do participante, a caracterização do perfil dos participantes e a sinalização do fim das inscrições (por atingir o número limite). 


Quanto ao conteúdo do programa, o esclarecimento sobre questões relacionadas com a “Admissão à FMUL”, ao invés de ocupar uma sessão, ficou disponível num “quiosque”, no espaço de convívio e lazer, com a presença de membros da área académica e com disponibilização de folhetos descritivos. 

O Dia do Candidato decorreu entre as instalações do Edifício Egas Moniz (EEM) e o Edifício Central partilhado com o Hospital de Santa Maria - Centro Hospitalar Lisboa Norte que, em conjunto com o Instituto de Medicina Molecular (IMM), constituem o Centro Académico de Medicina (CAM). Os 141 participantes foram recebidos no EEM pela equipa organizadora que, após confirmação da inscrição, receberam a identificação do grupo para a rotação das visitas a alguns dos locais de ensino/aprendizagem, nomeadamente aos laboratórios das unidades de investigação do IMM, ao teatro anatómico do Instituto de Anatomia e ao Instituto de Semiótica Clínica. As visitas decorreram após a abertura do evento pela Professora Carlota Saldanha, e a apresentação do perfil dos participantes pelo Dr Nuno Rodrigues (GPA). Nesta sessão de boas-vindas interveio o Professor Miguel Oliveira da Silva, Presidente do Conselho Pedagógico, que explicou o significado científico e pedagógico do Curso de Mestrado Integrado em Medicina (MIM). 

Seguiu-se o Professor João Ferreira, que apresentou uma panorâmica sobre a investigação no âmbito do MIM e do Gabinete de Apoio à Investigação Científica, Tecnológica e Inovação (GAPIC), que foi exemplificada pelo aluno da FMUL Francisco Silva na qualidade de jovem investigador. O aluno Miguel Vieira Martins descreveu a sua participação no programa ERASMUS. A Professora Emília Valadas apresentou o programa da prática clínica em África e a aluna Sara Lino descreveu as etapas do trabalho desenvolvido em Moçambique, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe. Os participantes foram acompanhados por docentes e alunos da FMUL nas visitas aos espaços de ensino/aprendizagem acima referidos. Houve uma pausa para o almoço e para contacto com o quiosque informativo da FMUL e participação em actividades lúdicas promovidas pelo Serviço de Acção Social da Universidade de Lisboa (SASUL). 



O período da tarde foi preenchido com relatos sobre vivências do exercício da Medicina, proferidas, nomeadamente, pelo Professor Fernando Nobre e o seu contributo à causa humanitária desenvolvida na Assistência Médica Internacional (AMI), de que é fundador e presidente, a que se seguiu a Professora Helena Canhão e a sua contribuição na clínica, na docência e na investigação. 

Em seguida, o presidente da AEFML, Diogo Medina, referiu os objectivos e as actividades nela existentes. Na sessão de encerramento procedeu-se à avaliação do evento, mediante um inquérito por questionário dirigido aos participantes. 

Resultados

Os participantes, em maioria do género feminino (análise das fichas de inscrição) (dados inscrição), destacaram como razões para participar no evento o querer (i) interagir com os docentes, investigadores e alunos, (ii) conhecer as instalações da FMUL e a vivência académica, (iii) obter informações sobre condições de ingresso e (iv) fundamentar a escolha da instituição. Os participantes consideram que a medicina é uma área vital para a sociedade, razão pela qual pretendem ingressar no MIM. Esperam, no caso de ingressar no MIM, alcançar satisfação pessoal, a par de realização profissional. 


Relativamente ao evento (avaliação evento), todos os participantes o consideraram útil e ficaram muito satisfeitos com o programa e com a obtenção de respostas (razões de participação). A vontade em ingressar na FMUL ficou, na totalidade dos participantes, muito reforçada após o evento.

Quanto aos pontos fracos (avaliação evento), uma minoria referiu (i) a deficiente gestão do tempo, nomeadamente pouco tempo para o almoço e duração excessiva de algumas actividades, (ii) a impossibilidade de conhecer todas as instalações e o elevado número de participantes por grupo. 

Os ganhos obtidos pelos participantes no evento, traduzidos pelas respostas obtidas no questionário final e pela vivência da equipa organizadora, incentivam-nos a continuar e a melhorar.


Bibliografia:
CANAVARRO, ANA (2007), “As pessoas e o que elas sabem”, Pessoal, n.º 64, APG, Lisboa 


Apoios

Pesquisa

Pesquise sobre todas as newsletters já publicadas pela FMUL

  PESQUISAR 

Subscrição

Subscreva a nossa Newsletter e receba todas as informações actualizadas sobre actividades, notícias, eventos e outras acções relevantes da FMUL

  

  ENVIAR 

Propriedade e Edição: Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
Periodicidade: Mensal
Diretor: Prof. Doutor Fausto J. Pinto
Conselho Editorial: Prof. Doutor Fausto J. Pinto, Prof. Doutor Mamede de Carvalho, Profª. Doutora Ana Sebastião, Prof. Doutor António Vaz Carneiro, Prof. Doutor Miguel Castanho, Dr. Luis Pereira
Gestor de Informação: Ana Raquel Moreira
Equipa Editorial: Ana Cristina Mota, Ana Raquel Moreira, André Silva, Maria de Lurdes Barata, Rui Gomes, Sónia Barroso
Colaboração: Unidade de Relações Públicas e Comunicação - Bruno Moura
Conceção e Suporte Técnico: UTI 
Design e Implementação: Spirituc
e-mail: news@medicina.ulisboa.pt
Morada e Sede da Redação: Avenida Prof. Egas Moniz, 1649-028 Lisboa


Estatuto Editorial


Anotado na ERC