News nº 23 | Setembro/Outubro 2011
Momentos
Não há Festa como Esta

Lara Ponte
Tânia Simões 
Equipa Editorial

 


O Verão é marcado pelos diferentes festivais que se realizam pelo país fora, cada um deles com determinadas particularidades que os caracterizam, tal como o público que os procura. 

Estes festivais de Verão são considerados por muitos como o “acontecimento do ano” e, embora se fale muito em “crise”, o que é certo é que continuam a ter muita afluência. Apesar do valor dos bilhetes ser um pouco elevado, para muitos “vale a pena o sacrifício”. 

A Festa do Avante demarca-se do formato mais comum de festival e é de facto muito diferente desse tipo de evento. O festival clássico promove um tema ou tipo de música específico, procurando atrair um público mais ou menos homogéneo cujos gostos musicais se enquadram naquele convívio. 

Numa época em que se sente de uma forma generalizada um certo desânimo, existe uma forte necessidade da procura de iniciativas que façam com que as pessoas se sintam bem, como o convívio com a família e amigos, a criação de novas amizades, a boa disposição, o pensamento positivo, estando, desta forma, reunidos os “ingredientes” para proporcionar uma grande FESTA. 

Na Festa do Avante existem alguns palcos para além do principal, espalhados por toda a Festa, por onde vão passando, ao longo dos três dias, bandas essencialmente portuguesas com estilos musicais para todos os gostos e para todas as idades. 


O recinto da Festa é de grande dimensão e está dividido por regiões, estando contemplados todos os distritos do País. Desta forma é permitido aos visitantes desfrutarem da gastronomia e dos produtos típicos de cada uma dessas regiões. 

A Festa do Livro, a Festa do Disco, o Teatro, o Espaço Criança, são algumas de muitas outras ofertas que podemos visitar neste recinto. A arte nas suas mais variadas formas é exposta e apreciada por todos os visitantes da Festa. É ainda um ponto de encontro de várias nacionalidades e culturas. 

A particularidade desta Festa passa pelo tipo de público que abrange, desde crianças a idosos. É impressionante a boa disposição, a alegria contagiante que começa nos mais novos e que se propaga aos mais velhos, todos em saudável convívio, como se há muito se conhecessem, cumprimentando-se, dançando e pulando juntos com total ausência de preconceito. 

O slogan da Festa não poderia ser mais apropriado: “Não há Festa como Esta”.

Pesquisa

Pesquise sobre todas as newsletters já publicadas pela FMUL

  PESQUISAR 

Subscrição

Subscreva a nossa Newsletter e receba todas as informações actualizadas sobre actividades, notícias, eventos e outras acções relevantes da FMUL

  

  ENVIAR 

Propriedade e Edição: Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
Periodicidade: Mensal
Diretor: Prof. Doutor Fausto J. Pinto
Conselho Editorial: Prof. Doutor Fausto J. Pinto, Prof. Doutor Mamede de Carvalho, Profª. Doutora Ana Sebastião, Prof. Doutor António Vaz Carneiro, Prof. Doutor Miguel Castanho, Dr. Luis Pereira
Gestor de Informação: Ana Raquel Moreira
Equipa Editorial: Ana Cristina Mota, Ana Raquel Moreira, André Silva, Maria de Lurdes Barata, Rui Gomes, Sónia Barroso
Colaboração: Unidade de Relações Públicas e Comunicação - Bruno Moura
Conceção e Suporte Técnico: UTI 
Design e Implementação: Spirituc
e-mail: news@medicina.ulisboa.pt
Morada e Sede da Redação: Avenida Prof. Egas Moniz, 1649-028 Lisboa


Estatuto Editorial


Anotado na ERC