News nº 28 | Agosto 2012
Reportagem / Perfil
Centro de Bioética FMUL - Núcleo de Cuidados Paliativos



NÚCLEO DE CUIDADOS PALIATIVOS



  INTRODUÇÃO

Os cuidados paliativos representam hoje um padrão de referência dos cuidados aos doentes com doenças crónicas avançadas e às suas famílias. Esta área do saber decorre do crescente envelhecimento da população e da correspondente mudança nos padrões de mortalidade e morbilidade bem como de um contexto societal de individualização crescente dos laços familiares, mas também como reacção a um aumento do sofrimento de populações vulneráveis por abandono ou por obstinação terapêutica numa sociedade crescentemente tecnologizada. 

Os cuidados paliativos têm-se vindo a implantar progressivamente, na última década, na área clínica, na investigação, no ensino e na sociedade. 

A formação desempenha um papel crítico e fundamental na qualidade desse apoio, que se pretende cada vez mais rigoroso e humanizado. 

Das várias recomendações sobre este domínio, salientamos: 

- Associação Europeia de Cuidados Paliativos (1994) "…recomenda-se a adopção de um currículo em cuidados paliativos, constante de 3 níveis (pré-graduado, clínicos gerais/outras especialidades com actividade clínica e especialistas de cuidados paliativos); os cuidados paliativos devem ser uma matéria central e fundamental a ser ensinada (e se possível avaliada) nos anos clínicos do ensino pré-graduado..."
- Recomendações do Conselho da Europa (2003) "…recomenda-se a adopção de medidas, legislativas e outras, que viabilizem uma política nacional coerente para os cuidados paliativos bem como a promoção de redes internacionais de investigação entre instituições que se dediquem activamente aos cuidados paliativos..."
- Recomendações da OMS (2004) "…deve ser assegurado o treino dos profissionais de saúde no âmbito específico dos cuidados paliativos e ainda que os mesmos profissionais se possam manter actualizados nessas matérias..."
- Plano Nacional de Cuidados Paliativos (Junho 2004)..."A complexidade das situações clínicas em cuidados paliativos...requerem uma preparação sólida e diferenciada, que deve envolver quer a formação pré-graduada, quer a formação pós-graduada dos profissionais que são chamados a praticar este tipo de cuidados, exigindo preparação técnica, formação teórica e experiência prática efectiva..."
- O actual Plano Nacional de Cuidados Paliativos tem também como prioridade a formação nesta área. 


  HISTORIAL

Em 2004 foi criado o Núcleo de Cuidados Paliativos tendo como coordenador o Prof. Doutor António Barbosa que preside também ao Conselho de Mestrado em Cuidados Paliativos, e que integrou na primeira edição o Prof. Doutor Luís Costa e o Prof. Doutor Luís Rebelo, que entretanto foi substituído pela Prof.ª Doutora Isabel Monteiro Grillo que, por sua vez, foi substituída a partir de 2011 o Prof. Doutor Carlos Ferreira. O Conselho de Mestrado teve, desde o início, como consultora a Dr.ª Isabel Galriça Neto e a partir de 2011 conta também com a colaboração da Dr.ª Filipa Tavares. 

A Mestre Isabel Galriça Neto é assistente convidada e a Dr.ª Filipa Tavares e o Dr. Miguel Julião são docentes livres do Núcleo de Cuidados Paliativos do Centro de Bioética. 


  OBJECTIVOS

 O Núcleo de Cuidados Paliativos do Centro de Bioética foi criado com o objectivo de: 

• Ser pólo dinamizador do ensino e da investigação dos cuidados paliativos na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e em Portugal;
• Fomentar as sinergias e parcerias com organismos que visem igualmente a promoção de cuidados paliativos de qualidade;
• Colaborar com as entidades responsáveis na definição de standards de qualidade para o ensino, nos seus diferentes níveis, desta área da medicina e das ciências da saúde.

Como actividades principais do Núcleo de Cuidados Paliativos destacam-se:
• Desenvolvimento de um curso pós-graduado em blended-learning que formou 184 profissionais de saúde das ARS do Alentejo, Algarve e Norte e Região Autónoma dos Açores (2005-2007);
• Promoção e participação em actividades de docência pré-¬graduada no âmbito da dor e cuidados paliativos;
• Organização, com regularidade (anual), de cursos pós-graduados de actualização em cuidados paliativos;
• Supervisão, apoio e participação em actividades de docência (pre e pos graduada) promovidas por outras entidades. 

  ACTIVIDADES

Ensino 

Pré-graduado


Curso de Formação Complementar para alunos de 6° ano 
Este curso optativo teve a finalidade de promover a qualidade de vida dos doentes em situação de doença avançada ou incurável, numa atitude de prevenção do sofrimento dos doentes e seus cuidadores (família e profissionais de saúde). No final da acção de formação os alunos deveriam ser capazes de: determinar as necessidades de um doente em cuidados paliativos e sua família; abordar e monitorizar os sintomas mais frequentes na doença avançada e terminal em ambiente domiciliário e de internamento; saber como adequar os cuidados de saúde à fase da agonia e conhecer as perícias de comunicação com doentes em fim de vida.
Os principais conteúdos temáticos eram: Filosofia aplicada dos Cuidados Paliativos; Controlo dos sintomas: dor, dispneia, náuseas e vómitos e outros; Apoio à família e no luto; Os cuidados na agonia; Comunicação com o doente em fim de vida; Principais problemas éticos no fim de vida.

Disciplina optativa de Cuidados Paliativos 
Esta disciplina começou como curso livre de Cuidados Terminais e procura contribuir para maximizar a qualidade de vida dos doentes em situação de doença avançada ou incurável, numa atitude de prevenção do sofrimento dos doentes e suas famílias e dos profissionais de saúde.
O ensino compõe-se de aulas teóricas, teórico-práticas e práticas abordando aspectos culturais, espirituais e religiosos da morte, modalidades de sofrimento psicossocial no fim da vida, perícias de comunicação com o doente em fase terminal, estratégias de abordagem socio-familiar e do processo do luto. Tratamento sintomático (dor, tosse e dispneia, náusea e vómitos, anorexia/caquexia, astenia, confusão/ agitação) e cuidados na fase agónica, bem como, problemas éticos do fim da vida.



Pós-graduado        

     Avançado (mestrados e doutoramento) 

Mestrado em Cuidados Paliativos 
A Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na sequência da organização dos primeiros cursos pós-graduados (2000 e 2001), criou o primeiro curso de mestrado em cuidados paliativos no país (2002-2003). 

A Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa tem contribuído, deste modo, para a formação pós-graduada profissionalizante (cerca de 200 profissionais de saúde) e para o desenvolvimento da investigação científica nesta área.
 
Temos visto com satisfação muitos dos nossos mestres e formandos em cuidados paliativos a assumirem a criação e desenvolvimento de equipas/unidades de cuidados paliativos por todo o país bem como a implementação de acções de divulgação nesta área do conhecimento. 

O mestrado tem tido a colaboração, desde o início, de universidades internacionalmente prestigiadas: University of Sheffield, University of Texas M. D. Anderson Cancer Center, Medical College of Wisconsin Palliative Care Center, University of California, Universitat de Barcelona, Universidade de Navarra, Hospitais Universitários La Paz e Gregorio Maranon – Madrid, Universitat de Vic – Catalunha e Universidade de Ottawa. 

O Mestrado em Cuidados Paliativos tem como objectivos
1. Integrar informação teórica e prática pertinente e actualizada no domínio dos cuidados paliativos;
2. Promover a capacidade de manejo de técnicas de avaliação e de terapêuticas que possibilitem a abordagem clínica em cuidados paliativos;
3. Promover competências pedagógicas para o desenvolvimento de planos de formação em serviço para os profissionais de saúde em cuidados paliativos;
4. Estimular a capacidade de reflexão crítica e ética e de problematização das temáticas humanas e técnicas que o exercício dos cuidados paliativos levanta;
5. Dar preparação metodológica que habilite à investigação em serviços de saúde.

Conteúdos programáticos
• Princípios e desafios em cuidados paliativos
• Tratamento da dor em cuidados paliativos
• Tratamento sintomático II em cuidados paliativos
• Tratamento sintomático II em cuidados paliativos
• Comunicação e aspectos psicológicos
• Processo de luto: apoio familiar e profissional 
• Educação e formação em cuidados paliativos
• Organização e gestão de serviços em cuidados paliativos
• Investigação em cuidados paliativos
• Seminários de investigação I e II

 

       Actualização e aperfeiçoamento 
O Mestrado em Cuidados Paliativos tem sido complementado com simpósios/cursos abertos a outros participantes que o Centro de Bioética/Núcleo de Cuidados Paliativos tem realizado com regularidade, pelo menos, anual: 


  • 8 Cursos Pós-Graduados de Actualização em Cuidados Paliativos
  

  • 2011, 2012 - Workshop “Terapia da Dignidade” 
     
  • 2012 – I Curso Pós-Graduado de Actualização “Compaixão em Cuidados Paliativos”
     
  • 2012 – Workshop “Coaching em Cuidados Paliativos: Trabalho em equipa e prevenção do burnout”


Investigação/Intervenção 

No que respeita à investigação em cuidados paliativos, foram já concluídas 57 dissertações de mestrado distribuídas pelas seguintes grandes áreas: avaliação de necessidades (8); validação de instrumentos (6); avaliação de sintomas/investigação clínica (12); qualidade de vida (10); prognóstico (2); experiência/competências dos profissionais de saúde (7); cuidadores (6); comunicação (6); luto (3); problemas existenciais (6); problemas éticos (1). 


Cátedra Gulbenkian em Cuidados Paliativos
Instituída em Maio de 2011, através de um protocolo de colaboração entre a FMUL e a Fundação Calouste Gulbenkian com o apoio do Reitor da Universidade de Lisboa, a Cátedra Calouste Gulbenkian pretende promover o conhecimento em domínios da humanização e dimensão social da Medicina, contemplando uma perspectiva multidisciplinar e global e reforçando a interface com as ciências sociais e a cultura. 

O seu objectivo prioritário é reforçar o carácter académico da intervenção médica fomentando a investigação, a formação de quadros e o desenvolvimento de novas áreas de integração do conhecimento e da intervenção social. 

No âmbito deste enquadramento, ficou definido que os programas de ação da Cátedra Calouste Gulbenkian teriam duração mínima de três anos, com avaliação independente da sua atividade, e que esta colaboração, no primeiro triénio, seria direcionada para a área dos Cuidados Paliativos. 

Como Professor Titular da Cátedra foi escolhido o Prof. Doutor Peter Lawlor da Universidade de Ottawa, personalidade académica de referência internacional na área dos cuidados paliativos. 


Divulgação 

Publicações 

    Barbosa, A., & Galriça Neto, I. (Eds) (2006). Manual de cuidados paliativos. Lisboa: Núcleo de Cuidados Paliativos/Centro de Bioética/Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, 511 p.
     
  Barbosa, A., & Galriça Neto, I. (Eds) (2010). Manual de cuidados paliativos. 2ª ed, rev. e aum. Lisboa: Núcleo de Cuidados Paliativos/Centro de Bioética/Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, 814 p.
     
  Barbosa, A. (Coord.) (2012). Investigação qualitativa em cuidados paliativos. Lisboa: Núcleo de Cuidados Paliativos/Centro de Bioética/Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, 269 p.
     
  Barbosa, A. (Coord.) (2012). Investigação quantitativa em cuidados paliativos. Lisboa: Núcleo de Cuidados Paliativos/Centro de Bioética/Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, 328 p.


Apresentações em reuniões científicas

Barbosa, A, Galriça Neto, I., & Guerreiro, V. (2006, Outubro). Requisitos para a formação: Curso Pós-Graduado em Cuidados Paliativos (versão blended learning). Comunicação apresentada no III Congresso Nacional de Cuidados Paliativos, Porto.
Gama, G., Barbosa, F., & Barbosa, A. (2007, June). Satisfaction with home and hospital palliative care. Poster presented at the 10th Congress of the European Association for Palliative Care, Budapeste.
Barbosa, A., Galriça Neto, I, & Guerreiro, V. (2007, June). Effectiveness of two different training methodologies in post-graduated learning on palliative care. Poster presented at the 10th Congress of the European Association for Palliative Care, Budapeste.
Galriça Neto, I., Guerreiro, V., & Barbosa, A. (2007, June). Online discussion forum during a blended learning course on palliative care in Portugal. Poster presented at the 10th Congress of the European Association for Palliative Care, Budapeste.
Guerreiro, V., Galriça Neto, I., & Barbosa, A. (2007, June). Experience of blended learning course on palliative care in Portugal. Poster presented at the 10th Congress of the European Association for Palliative Care, Budapeste.
Gama, G., Barbosa, F., & Barbosa, A. (2008, June). Cancer patient´s satisfaction with care in different settings: general hospital and palliative care units. Poster presented at the IPOS 10th World Congress of Psycho-Oncology, Madrid.
Barbosa, A., Guerreiro, V., & Galriça Neto, I. (2008, September). Teaching communication skills in two post-graduated courses on palliative care. Poster presented ate the 2008 International Conference On Communication In Healthcare, Oslo.
Barbosa, A., Guerreiro, V., & Galriça Neto, I. (2009, May). New resources for teaching palliative care: an evaluation of a blended learning and a face-to-face master course. Paper presented at the 11th Congress of the EAPC 2009, Viena.
Barbosa, A., Guerreiro, V., & Galriça Neto, I. (2009, May). Multiprofissional learning and teaching in palliative care. Paper presented at the 11th Congress of the EAPC 2009, Viena.
Barbosa, A., & Barbosa, F. (2009, June). Suffering modalities in solid and liquid tumours. Poster presented at the IPOS 11th World Congress of Psycho-Oncology, Viena.
Barbosa, A. (2009, October). The palliative care research in Portugal. Paper presented at the PRISMA International Conference on Symptom Measurement, Porto.
Barbosa, A. (2009, November). Consultation-liaison psychiatry in an oncology and palliative care settings. Paper presented at the DGPPN CONGRESS 2009, Berlim.
Barbosa, A., Galriça Neto, I., & Guerreiro, V. (2010, June). Symptoms control in palliative care: assessment of two different teaching methodologies. Poster presented at the 6th Research Congress of the European Association for Palliative Care, Glasgow.
Barbosa, A. (2010, Junho). Ensino e formação em cuidados paliativos. Comunicação apresentada na Conferência Comemorativa do 3º aniversário da Unidade de Cuidados Paliativos UCP-R do IPO-Porto, Porto.
Barbosa, A. (2010, November). A model of spiritual assessment and care in consultation-liaison psychiatry. Poster presented at the International Symposium on Psychiatry & Religious Experience, Ávila, Espanha.
Matos, A., & Barbosa, A. (2011, May). Type and levels of information received by oncologic patients in palliative care. Poster presented at the 12th Congress of the European Association for Palliative Care, Lisboa.
Barbosa, A. (2011, May). Palliative care research in an academic center of palliative care in Portugal. Poster presented at the 12th Congress of the European Association for Palliative Care, Lisboa.
Pesquisa

Pesquise sobre todas as newsletters já publicadas pela FMUL

  PESQUISAR 

Subscrição

Subscreva a nossa Newsletter e receba todas as informações actualizadas sobre actividades, notícias, eventos e outras acções relevantes da FMUL

  

  ENVIAR 

Propriedade e Edição: Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
Periodicidade: Mensal
Diretor: Prof. Doutor Fausto J. Pinto
Conselho Editorial: Prof. Doutor Fausto J. Pinto, Prof. Doutor Mamede de Carvalho, Profª. Doutora Ana Sebastião, Prof. Doutor António Vaz Carneiro, Prof. Doutor Miguel Castanho, Dr. Luis Pereira
Gestor de Informação: Ana Raquel Moreira
Equipa Editorial: Ana Cristina Mota, Ana Raquel Moreira, André Silva, Maria de Lurdes Barata, Rui Gomes, Sónia Barroso
Colaboração: Unidade de Relações Públicas e Comunicação - Bruno Moura
Conceção e Suporte Técnico: UTI 
Design e Implementação: Spirituc
e-mail: news@medicina.ulisboa.pt
Morada e Sede da Redação: Avenida Prof. Egas Moniz, 1649-028 Lisboa


Estatuto Editorial


Anotado na ERC