News nº 26 | Fevereiro/Março 2012
Investigação e Formação Avançada
Doutoramentos na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
Doutoramentos na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa

Antónia Ferreira
Instituto de Formação Avançada
instfa@fm.ul.pt  


O Instituto de Formação Avançada (IFA) da Faculdade de Medicina, organiza cursos de doutoramento, com uma parte escolar, de duração variável, organizados de acordo com o “Processo de Bolonha”, segundo o sistema de créditos ECTS. O grau de doutor é atribuído de acordo com o elenco de ramos e especialidades de doutoramento da Universidade de Lisboa.



Doutoramento em Voz, Linguagem e Comunicação (em colaboração com a Faculdade de Letras) 

i) Objectivos gerais:
A linguagem humana é um objecto de estudo transversal a diversas áreas do conhecimento. Este programa de Doutoramento faz confluir, no âmbito da Universidade de Lisboa, interesses de diversas Faculdades, Unidades de Investigação e Institutos, apostando na interacção entre áreas de saber, nomeadamente Linguística, Biologia, Neurociência Cognitiva, Psicologia, Saúde, Inteligência Artificial, Educação, Comunicação, Sociologia, Antropologia, Direito, Artes do Espectáculo, Teatro, Cinema, Canto, Literatura, História, Geografia, Arquitectura ou Música.

O Programa multidisciplinar de Doutoramento em Voz, Linguagem e Comunicação da Universidade de Lisboa visa a formação de licenciados e mestres oriundos de diferentes áreas de conhecimento e com interesses de investigação nomeadamente em ciências da linguagem, ciências e tecnologias da saúde, ciências biomédicas, audiologia, artes do espectáculo, teatro, canto, cinema, publicidade ou comunicação social, envolvendo perspectivas multidisciplinares sobre a linguagem verbal oral e/ou escrita, em contextos variados e em diversos tipos de interacção social.

Decorre deste primeiro objectivo a intenção de criação de instrumentos e tecnologias especificamente dirigidos à avaliação do conhecimento e dos comportamentos verbais em português europeu e contribuir para a criação de meios auxiliares de diagnóstico com possível aplicação nos campos da saúde e da educação. Deste modo se articula e rentabiliza conhecimento produzido no âmbito da Universidade de Lisboa, partilhando-o no plano científico e disponibilizando-o, sempre que possível, à comunidade em geral.

Os objectivos deste Programa de Doutoramento distinguem-se dos de outros programas existentes cuja formação se destina à intervenção terapêutica em sujeitos com comportamentos verbais perturbados durante o desenvolvimento ou na fase adulta. A ligação a outros programas de doutoramento com objectivos afins, nomeadamente na Europa e nos USA, será progressivamente accionada.

ii) Grau atribuído:
A Universidade de Lisboa, através do doutoramento em Voz, Linguagem e Comunicação, confere o grau de doutor nos seguintes ramos de conhecimento e especialidades:
a) Ramo de conhecimento de Linguística, nas especialidades de Linguística
para Diagnóstico e Intervenção e de Psicolinguística;
b) Ramo de conhecimento de Ciências Biomédicas, especialidade
de Neurociências;
c) Ramo de conhecimento de Medicina, especialidades de Otorrinolaringologia
e de Psicologia Médica.

iii) Organização do curso:
Este curso visa proporcionar formação geral em Ciências da Linguagem, Ciências Biomédicas, Ciências e Tecnologias da Saúde e Medicina numa perspectiva multidisciplinar através de um curso de formação avançada (1 ano, 60 ECTS), seguido de 3 anos de trabalho de investigação científica (180 ECTS), conducente à elaboração da Dissertação, num total 4 anos e 240 ECTS.


Doutoramento em Doenças Metabólicas e Comportamento Alimentar

i) Objectivos gerais:
O programa de Doutoramento em Doenças Metabólicas e Comportamento Alimentar visa o aprofundamento e investigação numa área que ganha muita importância em termos do novo padrão de causas de morbilidade e mortalidade na população dos países desenvolvidos.

O aumento da esperança de vida e as modificações ambientais ao nível da disponibilidade alimentar e do sedentarismo criaram condições para uma alteração profunda ao nível da morbilidade e risco de mortalidade dos seres humanos nos países desenvolvidos. Esta constatação necessita ser acompanhada dum aprofundamento do conhecimento e investigação nesta área, numa perspectiva multidisciplinar.

As transformações ocorridas deverão ser estudadas ao nível universitário, nos ramos de conhecimento que estão afins, duma forma transversal – saúde pública, biologia, bioquímica, genética, psicologia, psiquiatria, nutrição, clínica da obesidade, da diabetes e das doenças cardiovasculares, cirurgia.

ii) Grau atribuído:
O grau de doutor no ramo de conhecimento de Ciências Biomédicas, na especialidade de Ciências Biopatológicas.


iii) Organização do curso:
Este curso visa proporcionar formação geral em Doenças Metabólicas e Comportamento Alimentar, numa perspectiva multidisciplinar e de complementaridade conducente ao exercício da metodologia científica na sua vertente molecular, celular, integrada, básica e clínica, através de um curso de formação avançada (1 ano, 60 ECTS), seguido de 3 anos de estágio (180 ECTS), conducente à execução de um projecto de investigação científica, num total 4 anos e 240 ECTS.


Doutoramento em Neurociências

i) Objectivos gerais:
As ciências dedicadas as estudo do sistema nervoso, recentemente designadas de Neurociências, têm por principal objectivo o estudo do sistema nervoso e as suas relações com o comportamento e funções corporais. Nos últimos anos as Neurociências têm sido matéria de grande revolução devido à introdução de novas e avançadas tecnologias. Os neurocientistas estão agora em posição de começar a entender o cérebro em condições normais e na doença.
O Doutoramento em Neurociências procurará aprofundar o conhecimento do sistema nervoso numa perspectiva multidisciplinar e de complementaridade conducentes ao exercício da metodologia científica, privilegiando a vivência da investigação clínica e laboratorial.

ii) Grau atribuído:
A Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Medicina, confere o grau de doutor no ramo de conhecimento de Ciências Biomédicas, na especialidade de Neurociências.

iii) Organização do ciclo de estudos:
Este curso visa proporcionar formação geral em Neurociências, numa perspectiva multidisciplinar e de complementaridade conducentes ao exercício da metodologia científica na sua vertente molecular, celular, integrada, básica e clínica, através de um curso de formação avançada (1 ano, 60 ECTS) seguido de 3 anos de estágio (180 ECTS) para execução de um projecto de investigação científica, num total de 4 anos e 240 ECTS.
Pesquisa

Pesquise sobre todas as newsletters já publicadas pela FMUL

  PESQUISAR 

Subscrição

Subscreva a nossa Newsletter e receba todas as informações actualizadas sobre actividades, notícias, eventos e outras acções relevantes da FMUL

  

  ENVIAR 

Propriedade e Edição: Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
Periodicidade: Mensal
Diretor: Prof. Doutor Fausto J. Pinto
Conselho Editorial: Prof. Doutor Fausto J. Pinto, Prof. Doutor Mamede de Carvalho, Profª. Doutora Ana Sebastião, Prof. Doutor António Vaz Carneiro, Prof. Doutor Miguel Castanho, Dr. Luis Pereira
Gestor de Informação: Ana Raquel Moreira
Equipa Editorial: Ana Cristina Mota, Ana Raquel Moreira, André Silva, Maria de Lurdes Barata, Rui Gomes, Sónia Barroso
Colaboração: Unidade de Relações Públicas e Comunicação - Bruno Moura
Conceção e Suporte Técnico: UTI 
Design e Implementação: Spirituc
e-mail: news@medicina.ulisboa.pt
Morada e Sede da Redação: Avenida Prof. Egas Moniz, 1649-028 Lisboa


Estatuto Editorial


Anotado na ERC