EXTRATO DA ACTA DO CONSELHO CIENTÍFICO DA FMUL DE DIA 23 DE SETEMBRO DE 2014


O Director e a Faculdade de Medicina congratulam-se com a decisão das instâncias judiciais competentes sobre os Professores Mário Andrea e Óscar Dias. Neste longo período, a Faculdade de Medicina manteve sempre, oficialmente a confiança e os privilégios científicos e académicos decorrentes das suas respectivas funções na Faculdade.
Este longo processo suscita duas reflexões. 

A primeira é a defesa absoluta da independência e autonomia do juízo académico de acordo com rigor e exigência científica. 

A segunda, a necessidade absoluta que todo este tipo de processos decorra com a maior celeridade, o que não será certamente incompatível com a Boa Justiça.
É que as consequências pessoais, profissionais, éticas e morais, são gravíssimas e dolorosas, e frequentemente irreparáveis.
 

Prof. Doutor José Fernandes e Fernandes
Director da Faculdade de Medicina de Lisboa