No passado dia 14 de março, na Aula Magna da Faculdade de Medicina de Lisboa, foi inaugurado o Departamento de Educação Médica da FMUL (DEM)

Esta sessão contou com a presença do Diretor da Faculdade, Prof. Fausto J. Pinto, do Diretor do DEM, Prof. António Vaz Carneiro, do antigo Diretor da FMUL e criador do primeiro DEM em 1993, o Prof. J. Martins e Silva e, ainda, do Presidente da Associação de Estudantes, o Aluno José Correia. 

 


O Prof. António Vaz Carneiro abriu a sessão afirmando a importância deste Departamento, uma equipa multidisciplinar que visa responder às necessidades, que vai funcionar em estreita cooperação com o Conselho Pedagógico e com os grupos de intervenção de estudantes nesta área. Além disso, procurará, se necessário, apoio financeiro para as suas iniciativas. Terá um papel importante em atividades como a avaliação interna da qualidade das atividades letivas, o desenvolvimento das atividades formativas para docentes, a valorização dos trabalhos finais de mestrado desenvolvidos pelos alunos da faculdade, a promoção da investigação e produção médica e a reformulação do ensino clínico, entre outros aspetos. 

No discurso do Prof. J. Martins e Silva foi recordado aquele que primeiro refletiu sobre este Departamento, o Prof. Pinto Correia. Recordou também que o primeiro DEM desenvolveu um trabalho muito meritório através de mestrados e uma série de cursos e formações que foram acompanhando todo o processo de desenvolvimento da educação médica na FMUL. 


 


Também o aluno José Correia referiu a necessidade de existência de um grupo de trabalho que consiga apoiar os futuros médicos e que os possa ajudar a que estes estejam prontos para iniciar o seu percurso profissional. Este trabalho será um trabalho de colaboração constante entre professores e alunos. 

O Prof. Fausto J. Pinto afirmou que a re-criação do DEM consiste num objetivo prioritário da missão da Faculdade, sendo essencial no tempo presente, devendo ser abrangente, ter capacidade de intervenção e de interação com as várias estruturas da escola, tendo em conta não apenas a pré-graduação, mas também as outras dimensões da educação médica. Foi uma aposta do seu mandato e irá apoiar o seu desenvolvimento e evolução. 


 


Para esta sessão foram convidados os Diretores dos departamentos e unidades de educação médica das outras Escolas de Medicina do país. Estiveram presentes a Profª. Amélia Ferreira, Diretora da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto até 2014, a Profª. Idalina Beirão, responsável pelo Gabinete de Educação Médica [GEM] do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, o Dr. Hugo Camilo a representar o GEM da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, a Profª. Isabel Neto a representar o Gabinete de Ensino e Metodologias de Avaliação e Ciências da Saúde doa Universidade da Beira Interior, o Prof. Manuel João Costa da Unidade de Educação Médica da Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho, a Profª. Patrícia Rosado Pinto responsável pelo GEM da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa e também o Prof. Pedro Marvão da Universidade do Algarve. 

Todos foram concensuais na importância deste departamento, unidade ou gabinete: tem como objetivo principal o apoio aos docentes e discentes desenvolvendo estruturas de análise e avaliação, tendo como linha de orientação a garantia da qualidade no ensino médico, garantindo o apoio na avaliação e metodologia. Para todos a educação médica, para além de ser um conhecimento, é também uma ciência. 



A Equipa da Editorial da Newsletter entrevistou o Diretor do DEM da FMUL, o Prof. António Vaz Carneiro. Leia a entrevista aqui.


Raquel Moreira
Equipa Editorial
news@medicina.ulisboa.pt